06

Avaliação institucional no ensino superior é uma modalidade avaliativa, que visa a melhoria da qualidade das atividades acadêmicas.

A partir dos Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES ela se realiza em dois processos distintos, mas complementares. Um primeiro, por meio da autoavaliação institucional, isto é, pelo processo de produção de informações, monitoramento e reflexão sobre diferentes aspectos de dimensões institucionais relacionadas às práticas de Ensino, Pesquisa e Extensão. O outro, pela Avaliação Externa, realizada por especialistas do MEC (INEP ou CAPES), que promovem o acompanhamento e regulação de cursos de graduação e de pós-graduação.

Processo contínuo, a avaliação institucional visa a construção de conhecimento sobre realidade da Universidade para a reflexão sobre o que deve ser mantido e o que precisa ser aperfeiçoado, fornecendo, dessa forma, subsídios para a tomada de decisão em busca da excelência acadêmica. Nesse sentido tanto a autoavaliação (autoconhecimento) como a avaliação externa (regulação) sistematiza informações, que propiciam a análise de sentidos, significados e resultados das práticas acadêmicas desenvolvidas pela instituição. Fornecem indicadores que auxiliam a compreender a relação entre esses resultados e as formas de organização, administração e ações, permitindo não só a identificação de fragilidades e potencialidades, mas também o planejamento de estratégias de superação de problemas e promoção da qualidade das práticas acadêmicas.

A autoavaliação institucional é de inteira responsabilidade da instituição, que tem autonomia para estruturar e definir prioridades do processo avaliativo. A avaliação das atividades acadêmicas é atribuição de vários colegiados e instâncias da Universidade. Perante o MEC a Comissão Própria de Avaliação (CPA) deve coordenar os processos internos para coleta de dados das diferentes dimensões do trabalho na universidade, sistematizar e analisar as informações para subsidiar as ações gestoras da Universidade. A CPA também é convocada para participar da Avaliação Externa, quando ela ocorre na instituição, apontando que ações que foram produzidas a partir dos processos de autoavaliação.

A CPA da FMN Salvador fez ação de sensibilização com os funcionários administrativos, discentes e docentes em prol da Avaliação Institucional consciente.

Funcionários Administrativos

Recepção da CPA no Laboratório de Informática

Alunos realizando a Avaliação Institucional

Alunos realizando a Avaliação Institucional

escrito por fhasmann

05

A avaliação institucional realizada no segundo semestre de 2016, entre os dias 17 e 26 de outubro, contabilizou a adesão de 96% dos discentes, 100% dos professores. Entre os itens bem avaliados estão:

Ações de responsabilidade social

Qualificação dos professores

Limpeza, organização, acessibilidade das áreas

Salas de Aula

Imagem da Instituição junto à sociedade

escrito por cpapetrolina

01

Atenção Técnicos Administrativos!

A CPA encaminhou para seu email o link, totalmente sigiloso para participação, mais uma vez em nosso processo de autoavaliação.

Sua participação é muito importante! Caso prefira, dirija-se a CPA e realize a autoavaliação em meio físico (papel).

A FMN de Belém agradece!

escrito por fhasmann

Passe o mouse na cidade desejada para obter ENDEREÇO e TELEFONE da unidade